Varazim Teatro

TEmporada TEatral PVZ – Dezembro – Milho por Peixe

MILHO POR PEIXE
Espectáculo Musical para a Infância e Famílias
de Arantxa Joseph, André Duarte e Giacomo Scalisi

dia 7 de Dezembro | 22h | Cine-Teatro Garrett

Duração: Aprox. 45 minutos
Classificação etária: > 6 anos

SINOPSE:
Fatú. Uma menina que vivia numa aldeia onde se plantava e comia milho…Só milho!
Levada pelo sonho de um dia poder comer peixe, conhece Kudjo que vive numa aldeia de pescadores à beira-mar.
Ele mostra-lhe um segredo que o seu avô e o avô do seu avô foram passando de geração em geração. Kudjo pescava o peixe com uma canção e quando chegava com o barco ao sítio da enseada, cantava com muita intenção e assim fazia a magia acontecer.
Fatú e Kudjo tornam-se amigos, descobrindo juntos uma grande riqueza.
Fatú tinha o milho e Kudjo, o peixe. A união de ambas riquezas tornou-se a maior riqueza de todas.
Um conto cantado e uma canção contada.
Um musical que vai do Rap ao Reggae, mexendo com ritmos Portugueses, entoando canções tradicionais Togolesas.
Um espectáculo que contribui para a cidadania global, promovendo a universalidade das culturas.

FICHA ARTÍSTICA E TÉCNICA:
Autoria: Arantxa Joseph
Criação: Arantxa Joseph, André Duarte e Giacomo Scalisi
Direção Artística, Dramaturgia e Encenação: Giacomo Scalisi
Interpretação: Arantxa Joseph e André Duarte
Música Original: André Duarte e Arantxa Joseph
Fotografia: Jon Barra, Diogo Vilhena e Ana Luisa Simões
Video: Diogo Vilhena
Design Gráfico : André Duarte
Produção: Arantxa Joseph

A Temporada Teatral é programada pelo Varazim Teatro com patrocínio da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim e Apoio do Cine-Teatro Garrett

INFO ADICIONAL
Bilheteira:  Cine-Teatro Garrett | FNAC, Worten e CTT | online em http://www.bol.pt**

Reservas a partir do email vt@varazimteatro.org e dos telefones Varazim Teatro 916439009 | 912420129 | Cine-Teatro Garrett – 252090210

**

Bilhetes: 7,00€ | Com desconto para Estudantes, Reformados, menores de 25 anos e maiores de 65, desempregados, pessoas portadoras de deficiência, grupos de 8 pessoas – 5,00€ |Associados ao Varazim Teatro: 3,50€

ARANTXA JOSEPH | Bailarina, Vocalista  – Natural de Londres, destaca na sua formação profissional nomes como Marc N’Danou do Togo, 
Madalena Victorino, Vanda Melo, Marta Silva,  Patrick Acogny, Fanny Heuten , Cristina Rosa, Alessandra  Seutin Georges Momboye, Merlin Nyakam , Abdoulaye Camará e Moustapha Bangoura. Foi Coreógrafa e Bailarina do grupo de Ritmos de Guiné Bissau Djamboonda, dirigido por Gueladjo Sané e fundou os colectivos artísticos BATIK e MULHER FONTE. Estudou Voz, Canto e Teatro na “Sylvia Young Drama School” em Londres e mais tarde, teve a oportunidade de aprofundar o seu conhecimento nas técnicas vocais com Kiko Pereira e Kátia Leonardo na Escola das Artes de Sines . Colaborou, dando voz e corpo, nos projectos AL TEO BU e RASTILHO de Madalena Victorino e Pedro Salvador, Compañia de Danza Cristina Rosa e Terrakota.

ANDRÉ DUARTE | Músico, Compositor e Instrumentista
Ligado à musica desde 1996, Junior é conhecedor de diversos instrumentos e suas respectivas técnicas de execução. A partir de 1999, após uma viagem à Africa Ocidental, desperta o seu interesse em estudar instrumentos étnicos e co-funda a banda Terrakota conhecida pela sua vertente multicultural. Terrakota leva-o a viajar pelo mundo,contribuindo para o seu conhecimento de outras culturas.Para além de Terrakota participou, e ainda participa como cantor e instrumentista, em diversos projectos, entre os quais destaca: Tora Tora Big Band, Kota Cool Afro Beat, Batida & Konono No 1. Professor de percussão e dinamizador de oficinas de música para diversas idades, André desenvolveu o Mini Mega Ensemble (oficinas para crianças dos 4 aos 12 anos) na Escola das Artes de Sines, Orquestra de percussão Nice Groove (oficinas de percussão para alunos do 2o ciclo) no Municipio de Cascais.
Participou também em peças de teatro fisico como musico e arranjador. Compõe, produz, executa e trasmite seu conhecimento músical de uma forma original, apaixonada e constructiva.

GIACOMO SCALISI | Director Artístíco, Programador, Consultor
Giacomo Scalisi é italiano, vive em Portugal desde 1998. A partir daí, desenvolve actividade como programador cultural e director artístico, realizando um trabalho de concepção de programas de espectáculos, exposições e festivais em torno das artes performativas: Teatro, Dança, Música, Novo Circo, Artes Plásticas assim como projectos multi disciplinares que envolvem também as novas tecnologias. Entre 2000 e 2008, colabora no Centro Cultural de Belém em Lisboa como director artístico em parceria com Madalena Victorino do projecto “Percursos, Festival Europeu de Artes do Espectáculo para um Público Jovem” e como programador para a área do Teatro e Novo Circo, (2004-2008). Destaca entre outros projectos: O Festival ”Todos, Caminhada de Culturas” Viajar pelo mundo sem sair de Lisboa, uma iniciativa da Câmara Municipal de Lisboa / Glem, Lisboa, Encruzilhada de Mundos e da Academia de Produtores Culturais. (2008 – 2016). A Orquestra Todos, uma nova orquestra intercultural com os sons do mundo que a cultura portuguesa contém, é um dos projectos importantes realizados por si, no âmbito deste festival. Para as Festas da Cidade de Lisboa, dirige entre 2009 e 2016 ,“O Teatro das Compras”, um projecto de espectáculos nas antigas lojas centenárias da baixa de Lisboa. Em 2011 e 2012 cria e dirige como director artístico a rede inter – municipal Movimenta-te Trajectórias de programação cultural em rede, um projecto com e sobre Faro, Loulé, S. Brás de Alportel, Olhão e Tavira. É consultor desde 2011 da Fundação de Serralves no Porto. Faz a consultoria artística com Madalena Victorino do Festival de Artes VISEU A…em 2013 e 2014, uma iniciativa do Teatro Viriato. No ano de 2014 em conjunto com Madalena Vitorino, sua colega e companheira de vida, funda a OOPERATIVA CULTURAL COSANOSTRA CRL. No âmbito do Festival Todos cria o laboratório Pasta e Basta, un mambo Italiano, uma experiência de teatro culinário interculturalinguístico, em cocriação com Miguel Fragata. Em 2015 nasce o espectáculo Pasta e Basta, um mambo Italiano em co-criação com Miguel Fragata e Afonso Cruz. Em 2015 a pedido do Teatro Viriato desenvolve o projecto Circus Lab,no âmbito do Programa Pegada Cultural promovido para a Direcção Geral das Artes e Eea Grants,com Svere Waage da companhia norueguesa Circus Xanti. Tem leccionado nos cursos de Gestão e Produção das artes do espectáculo organizado pelo Forum Dança, na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa -Estudos do Teatro- Programa de Pós-graduação, na Pós-graduação em Programação e Gestão Cultural da Universidade Lusófona, no curso de mestrado e também noutras entidades culturais.
Em 2016 cria com Madalena Vitorino, o projecto cultural LAVRAR O MAR que pretende iniciar uma nova dinâmica artística e cultural no território sudoeste algarvio, Aljezur e Monchique. Este projecto conta com o apoio do Programa 365 ALGARVE, uma iniciativa das Secretarias de Estado da Cultura e do Turismo.

Information

This entry was posted on 22 de Outubro de 2019 by in Em Cartaz, Em Cena, Temporada Teatral.

Navegação

%d bloggers like this: