Se os Tubarões Fossem Homens

Espectáculo de Luz negra com Marionetas.

a partir do poema: Se os tubarões fossem Homens de Bertolt Brecht

Encenação: Eduardo Faria,  pesquisa e dramaturgia: Joana Soares; cenografia e construção de marionetas de luz negra: Sandra Neves; Música Original e Sonoplastia: Rui Rebelo interpretação e manipulação de marionetas: Alexandre Sá, Eduardo Faria, Maria Inês Silva

Sinopse: era uma vez um homem que viajou até ao fundo do mar. Era uma vez uma peixa irrequieta chamada
Josefa, era uma vez um peixe pai chamado pai, viviam sossegados num colorido coral, nadando e brincando. Até
que um dia recebem uma inesperada visita de dois tubarões, muito matulões e um pouco malandrões. Josefa é
uma peixinha muito curiosa e não se deixa intimidar pelos dentes afiados dos tubarões grandões, e com as suas
perguntas consegue descobrir que existem peixinhos, peixes e peixões e acima destes ainda os tubarões.

“Se os tubarões fossem homens, haveria entre eles naturalmente também uma arte, haveria belos quadros, nos quais os dentes dos tubarões seriam pintados em vistosas cores e suas guelas seriam representadas como inocentes parques de recreio, nas quais se poderia brincar magnificamente. Os teatros do fundo do mar mostrariam como os valorosos peixinhos nadam entusiasmados para as guelas dos tubarões.A música seria tão bela, tão bela, que os peixinhos sob seus acordes e a orquestra na frente, entrariam em massa para as guelas dos tubarões sonhadores e possuídos pelos mais agradáveis pensamentos” Bertolt Brecht

Anúncios