Contracurva

Prometendo um debate para além da sala de espectáculos

Texto, direcção e interpretação Eduardo Faria

 Contracurva_lazaro

Contracurva é um espectáculo de teatro onde os meios são reduzidos ao essencial.

Trata-se de um projecto de vertente experimentalista, onde actor e público habitam ao mesmo tempo o mesmo espaço físico e temporal. Costurado nas malhas do hiper realismo acabará este espectáculo por travestir o emissor ( actor ) em receptor ( público ) e vice-versa e fundi-los até, levando assim a que a história seja construída por ambos.
Numa altura em que, as sociedades discutem; questionam e põem em causa os seus valores morais e os seus direitos, quer colectivos quer individuais. E numa mesma altura, em que essas mesmas sociedades, assumindo novos valores e atribuindo-se novos direitos tanto colectivos como individuais, buscam uma maior racionalidade na Humanidade… pretendemos com este espectáculo assumir a nossa parte da responsabilidade da Arte em provocar, neste momento, a reflexão.

Em Contracurva somos confrontados com uma História simples e quotidiana para muitos. Lázaro é tetraplégico e convida a todos, os que o queiram, a passarem com ele o seu quadragésimo aniversário, que se comemora hoje. Abandonado no esquecimento de toda uma sociedade e recordado a cada momento pela dor da sua prisão, Lázaro continua a Amar todas as coisas simples, a Vida!

E é aqui que a sua presença, ou não, poderá, ou não, fazer toda a diferença.

Anúncios