Passagem

Texto de Pedro Eiras
Encenação Eduardo Faria
Interpretação: Eduardo Faria e Joana Sousa

passagem_vt_106

Sinopse
A urgência da situação dramática vivida numa pensão de Lisboa, durante a Segunda Guerra Mundial, entre um judeu alemão perseguido, em busca de uma passagem para o outro lado do

“A interpretação é o nosso destino num mundo indecifrável.” Edmond Jabès

Ele Franz.
Ela Maria.
Ele é Alemão. De Berlim.
Ela é Portuguesa. Da Serra da Estrela.
Ele é Judeu.
Ela é Cristã.
Ele chega a uma pensão em Lisboa.
Ela trabalha numa pensão em Lisboa.
Ele é Tipógrafo, sonha escrever.
Ela é Criada, sonha ser actriz.
Ele cruzou a Europa.
Ela cruza o Cais.
Ele sonha embarcar para os Estados Unidos, fugindo.
Ela sonha ser estrela de Nova York.
Ele fala uma língua.
Ela fala outra.
Compreendem-se

 

Anúncios